sábado, 14 de agosto de 2010

Acalma-me meu amor, por favor, quantas vezes te digo isto, quantas vezes te peço, quantas vezes choro e peço a tua ajuda, quantas vezes preciso e tu estás sempre lá. Acho que faz parte de ti, faz parte da tua beleza, faz parte do que és, seres assim, desse modo, calmo e divertido, simpatico e acolhedor. És tu, tu e apenas tu que me percebes em qualquer situação. Sabes, meu pequeno grande nenufar, fazes-me muito feliz. "Assim é que deve ser meninas, aproveitar a vida ao domingo à tarde", lembras-te disto enquanto procurava-mos, entre centenas de risadas, a tal camisola para ela? Nesse momento pensei comigo mesma como eu gosto tanto dela, dizia-me enquanto olhava para ti com um olhar doce e um sorriso nos labios. Agora, neste preciso momento, sinto saudades tuas. Estás ausente à duas semanas, duas grandes e longas semanas que me deixam saudades a toda a hora. E agora, onde andas tu? Não aguento, preciso de sentir o teu abraço agora, já já. Pequenina, waterfrogo-te, tu sabes!

6 comentários:

  1. a amizade é tão bonita e divertida, quando é pura :p adoro o teu som de fundo

    ResponderEliminar
  2. De nada querida :) O texto está um amor :$

    ResponderEliminar
  3. não abia da existência disto meu amor :c
    LEMBRO SIM, LEMBRO-ME DE TUDO O QUE JÁ PASSAMOS!
    E AMO-TE, SABES BEM!

    ResponderEliminar

deita cá para fora! ♥